Cervejas Delirium: por dentro do mundo do elefante cor-de-rosa

12/07/2016 - Cervejarias

4.275 visualizações

Cervejas Delirium: por dentro do mundo do elefante cor-de-rosa

Ana Paula Komar
Jornalista, apaixonada por história, curiosa por culturas e apreciadora de boas cervejas!

As cervejas Delirium são bastante inovadoras e provocativa, tanto em relação as suas receitas quanto no de se posicionar no mercado. Tudo começou em 1906, quando Léon Huyghe comprou uma cervejaria na Bélgica, já com 250 anos, e a chamou de Brouwerij Mouterij den Appel, hoje Huyghe Brewery. Logo em seguida, durante a Primeira Guerra Mundial, várias cervejarias começaram a ter problemas com o confisco de tanques de cobre para cerveja, por parte de militares para utilização em outros fins, mas mesmo assim a cervejaria de Léon Huyghe prosperou e resistiu bravamente as destruições das guerras. Antes mesmo da 2ª Guerra Mundial, em 1936, ele iniciou a construção de um novo complexo para acomodar a nova cervejaria, que ficou pronto em 1939.

cervejas-deliriumAté os dias atuais, a área industrial de produção de cerveja é um orgulho para a cervejaria. Mesmo demorando algum tempo até acertar a receita, em 1945 produziu a primeira Lager de qualidade, chamada de “Golden Kenia”, em homenagem a uma variedade de malte francês. Esta cerveja acabou ganhado inúmeros prêmios de qualidade naquela época. Na década de 60, o crescimento da cervejaria foi bastante acelerado especialmente após a construção de sua linha de engarrafamento.

Depois de algumas crises, somente em 1985 a cervejaria foi radicalmente reformada e reorganizada administrativamente. Pela primeira vez, a exportação foi considerada. Em julho deste mesmo ano, a cerveja “Artevelde” foi lançada e a cervejaria produzia, então, cerca de 13.500 hectolitros. Em 1987, a cervejaria começou a fermentar cerveja em garrafa, produzindo o “Artevelde Grand Cru”.

A famosa Belgian Golden Strong Ale Delirium Tremens nasceu em 1988. O caráter particular e de sabor único é resultado do uso de três diferentes tipos de leveduras. Sua garrafa muito original, de cerâmica, juntamente com o rótulo colorido, contribuíram para o seu sucesso. O mais famoso elefante cor-de-rosa nasceu realmente para conquistar o mundo. Em 1997, a “Delirium Tremens” recebeu o titulo de melhor cerveja do mundo e a medalha de ouro no World Beer Championships, em Chicago (1998).

O nome da cerveja Delirium Tremens fala por si só. Em 2008 a cervejaria atinge a marca cerveja-deliriumde 100.000  hectolitros. A empresa ainda se expande com 2000 m² de armazenagem, além de 10 novos tanques de 700 hl e 3 de 250 hl para sua área industrial. Três anos depois, em 2011, impulsionado pelo forte volume de exportação, começou com a construção de uma nova instalação para a cervejaria, com investimentos da ordem de 7 milhões de euros, aumentando a capacidade de produção para 300.000 hectolitros. Além disso, adaptações foram feitas a área de produção que resultaram em melhoria de performance e redução de desperdícios com 10% menos matéria-prima, 50% menos energia e 30% menos água. Uma cerveja ícone e digna de toda sua fama!

As cervejas Delirium são fabricadas em quatro estilos: Delirium Tremens,Delirium Nocturnum, Delirium NoelDelirium Red.

Confraria do Elefante Cor-de-rosa

confraria-elefante-cor-de-rosaA cervejaria mantém uma irmandade chamada de “Confraria do Elefante Cor-de-rosa”, fundada em 24 de abril de 1992. Conta com 23 membros ativos, dos quais 18 constituem o Grande Conselho. A confraria tem como objetivo promover tradições antigas e cervejas locais e em particular a Delirium Tremens. A Irmandade também é engajada em causas sociais. Eles apoiam regularmente o Departamento de Psiquiatria Infantil do Instituto Psiquiátrico Caritas, em Melle, na Bélgica.

delirium-tremens

Delirium Tremens

A famosa cerveja do elefante rosa

de R$ 41,80
por R$

34,90

Comprar

* Ao clicar em comprar você será redirecionado para a página do produto em nossa loja.

Deixe uma resposta