Ipswich à beira mar

22/03/2017 - Cervejarias, Degustações e Reviews

623 visualizações

Ipswich à beira mar

Avelar Júnior
Sommelier de cervejas direto da terra do Tio Sam

Lee Chandler é um handyman que divide o seu tempo entre limpar neve, desentupir privadas e brigas de bar. Estou me referindo ao personagem interpretado pelo ator Casey Affleck no filme Manchester à Beira Mar.

Um personagem marcado por uma tragédia do passado, que ele carrega com a resignação de um maldito. O crítico do jornal Boston Globe foi certeiro ao apontá-lo como o Sísifo do North Shore. (North Shore é uma região costeira ao norte da cidade de Boston)

O filme tem um excelente roteiro e interpretações brilhantes. Um drama intercalado por alguns flashbacks de uma vida aparentemente normal, com família, amigos e muita cerveja.

As cervejas me chamaram a atenção. Tivesse sido filmado alguns anos atrás, os personagens provavelmente estariam bebendo uma Budweiser, ou quem sabe uma Miller High Life. Afinal, uma macro lager tem mais a cara de quem quer saciar a sede com goles de cerveja depois de trabalhar pesado o dia inteiro. Mas, ao contrário do que se espera, o que vemos são várias cervejas artesanais. Entre elas a Ipswich (pronuncia-se Ipsuíti)

Fundada em 1991, a Ipswich Ale Brewery foi uma das pioneiras no movimento das cervejarias artesanais na região de Boston. O sucesso se deve a uma boa linha de produtos, uma ampla distribuição no estado de Massachusetts e cervejas a um preço acessível.

Um dos destaques é a ótima Ipswich Oatmeal Stout. Uma cerveja forte, encorpada e com excelentes notas nos sites BeerAdvocate e Ratebeer.

As partidas de sinuca de Lee Chandler com os amigos são regadas pela Ipswich Original Ale. Uma English Pale Ale com malte caramelizado, leve amargor e um toque amanteigado bem típico do estilo.

Eu prefiro a Ipswich route 101. Uma tradicional American IPA, com amargor cítrico bem característico dos lúpulos da costa oeste americana. O nome da cerveja se refere justamente à estrada que liga os estados da Califórnia, Oregon e Washington. Sem dúvida, uma cerveja que merece o Oscar.

Cheers 😉

Deixe uma resposta