Schneider Weisse: Há séculos produzindo as melhores Weissbiers

17/08/2016 - Cervejarias

913 visualizações

Schneider Weisse: Há séculos produzindo as melhores Weissbiers

Ana Paula Komar
Jornalista, apaixonada por história, curiosa por culturas e apreciadora de boas cervejas!

A história da cerveja de trigo também é a história da cervejaria da família Schneider e sua famosa Schneider Weisse. A trajetória desta cervejaria começa em 1850, quando Georg Schneider I recebeu a permissão do Rei Ludwig I para produzir cerveja de trigo. Mas, somente em 1872, quando ele comprou uma antiga cervejaria chamada Maderbräu im Tal, em Munique, que iniciou-se a produção do que até hoje é conhecida como Schneider Weisse.  A receita da época ainda é produzida e permanece como um segredo bem guardado.

O lar da Schneider Weisse, capital da Baviera, Munique, foi em um ambiente turbulento desde o início de suas atividades, em meio a revoluções, golpes e duas guerras mundiais, sendo que na segunda guerra, a cervejaria foi destruída durante um bombardeio aliado.

schneider-weisseEm 1928, a família comprou uma cervejaria na cidade medieval de Kelheim, ao norte de Munique à beira do Danúbio e, em 1945, mudou toda sua produção para esta localidade, no centro da área de cultivo de Hallertau. Com uma mistura de sorte e visão empresarial, o então líder da cervejaria na época, Georg Scheneider VI, ostenta a bandeira de produzir em uma das cervejarias mais antigas do mundo, já que esta planta, de Kelheim, foi construída em 1607, mesmo ano em que deu-se início à produção.

Desde sua fundação até hoje, a Scheneider Weisse produz apenas cervejas de trigo, todas fabricadas de acordo com a Lei de Pureza Alemã (Reinheitsgebot) de 1516, que determina a obrigatoriedade na utilização de apenas água, malte e lúpulo (e, posteriormente, levedura), na produção de cervejas.

Além da cervejaria, a Schneider Weisse mantém três grandes casas onde pode-se experimentar a variedade de cervejas de trigo que produzem e uma excelente gastronomia, conhecidas como “Weisses Bräuhaus”. São duas casas em Munique, sendo que a primeira no exato local onde iniciou-se a produção em 1872, e outra em Kelheim.

A Schneider Weisse mantém um rigoroso processo de qualidade, que garante o  altíssimo  nível  das  cervejas  que  produz  para  o  mercado local e para exportação nos mais de 35 países que está presente.

Outro diferencial bastante valorizado pela Schneider Weisse são os prêmios recebidos em provas e concursos internacionais cervejeiros. Um destaque recente é a medalha de OURO no último World   Beer   Cup   com   sua   TAP   6   Aventinus,   na   categoria  German-Style  Weissbock,  superando  outros  32  concorrentes  neste mesmo estilo e consagrando-se como a melhor cerveja do mundo neste estilo.

Deixe uma resposta