10 cervejas Witbier que você deve conhecer

03/03/2017 - Curiosidades

9.066 visualizações

10 cervejas Witbier que você deve conhecer

Ana Paula Komar
Jornalista, apaixonada por história, curiosa por culturas e apreciadora de boas cervejas!

As Witbier são cervejas de trigo belgas. Esse estilo foi muito popular na Europa no século XVII, mas após a segunda Guerra Mundial, desapareceram do mercado. A cerveja só voltou a ser fabricada graças a um leiteiro da cidade de Hoegaarden, chamado Pierre Celis, que decidiu fabricar a receita de cerveja, que lembrava ser feita quando ele era criança. Então, em 1966, o estilo ressurgiu, tornando-se uma lenda entre as cervejas e muito procurada como uma bebida altamente refrescante.

Mas você deve estar se perguntando, se é cerveja de trigo, por que não se chama Weiss, como as alemãs? As duas são feitas de trigo e os nomes Weissbier ou Witbier significam a mesma coisa, cerveja branca, mas há uma diferença na produção de ambas. A Weiss alemã, geralmente usa trigo maltado e nenhum adjunto em sua receita. Já a Witbier belga, é produzida com trigo não-maltado e temperada com coentro e casca de laranja.

De maneira geral as cervejas witbiers são claras, mas por não serem filtradas são turvas. Possuem aromas e sabores cítricos, secos e refrescantes.

10 cervejas Witbier que você deve conhecer

Se você ainda não conhece, ou já tomou uma ou outra Witbier e está a fim de conhecer mais sobre esse estilo, separamos uma lista com 10 cervejas Witbier que você deve conhecer. Entre elas, temos rótulos nacionais e importados, que representam muito bem o estilo.

Bier Hoff Witbier

Uma cerveja com vocação nata para grandes comemorações. A Witbier da Bier Hoff é produzida com adição de casca de laranja curaçao e sementes de coentro importado da Bélgica, que realçam seus aromas e conferem características cítricas e florais.

DUM Grand Cru

A Grand Cru surgiu com a ideia da cervejaria DUM de desenvolver uma cerveja belga de trigo mas, com mais corpo e álcool que uma Witbier tradicional, quase uma weisenbock belga. Tendo como base a receita da wit caseira da DUM, foi usado o fermento clássico das belgas de trigo, fermentado seus quase 9% de álcool. Logo o estilo só podia ser um: Double Wit.

Damm Estrella Inedit

Essa é uma witbier espanhola, com textura cremosa, fresca, suave carbonatação e retrogosto agradável. Na receita são Damm Estrella Inedit  adicionadas as especiarias coentro, casca de laranja e alcaçuz. Ela é ideal para harmonizar com pratos leves, frutos do mar e queijos suaves.

Dieu du Ciel Blanche du Paradis

Grande sucesso da cervejaria canadense Die du Ciel a Blanche du Paradis, ou “Branco do Paraíso” em francês,  é uma  Witbier refrescante, suave e balanceada. Não filtrada, apresenta coloração amarelo-palha, turva, com boa formação e persistência de espuma. É produzida com sementes de coentro e cascas de laranja, ingredientes já tradicionais desse estilo.

Hoegaarden

Uma das principais representantes do estilo, a Hoegaarden é uma autêntica cerveja de trigo belga. Ela é produzida em uma pequena vila belga que leva o mesmo nome da cerveja. Com ingredientes especiais como raspas de casca de laranja e coentro, possui refrescância e alta drinkability.

La Trappe Witbier

La Trape Witbier é a primeira cerveja do estilo a ser produzida por uma cervejaria trapista. Produzida sem as especiarias conhecidas do estilo como casca de laranja e coentro. Esta tarefa fica por conta do lúpulo Saphir. Não filtrada, esta cerveja é turva, bastante frutada e aromática. Sua fermentação é contínua dentro da garrafa e mesmo sendo indicada para o verão ela acompanha bem em qualquer época do ano.

Vedett Extra White

Vedett Extra White não é uma Witbier tradicional, já que seu sabor e aparência são distintos. Refermentada na garrafa, possui notas cítricas provenientes de seus ingredientes extras como a semente de coentro e casca de laranja. No sabor apresenta algo que lembra o chá verde. É uma cerveja com leve acidez e extremamente refrescante.

Baden Baden Witbier

Uma das cervejas mais premiadas da Baden Baden, ultrapassando o número de 5 medalhas, esta é uma witbier tradicional. A Baden Baden Witbier não é filtrada e sua coloração é de amarelo palha. A casca de laranja oferece um aroma cítrico extra que junto com o coentro trazem uma refrescância única.

Bastards Jean Le Blanc

A essa Witbier são adicionadas especiarias como coentro, casca de laranja e capim limão, que dão o tempero picante e cítrico na medida certa e que se equilibra com o corpo da cerveja. Isso faz da Jean Le Blanc uma cerveja com alto drinkability e extremamente refrescante.

Faxe Witbier

A Faxe é uma das cervejas mais famosas da Dinamarca. A Faxe Witbier leva em sua receita, especiarias típicas do estilo, o coentro e a casca de laranja conferem a cerveja notas cítricas. O resultado aqui é uma cerveja não filtrada, leve, refrescante, com 5% de teor alcoólico, que promete agradar a todos.

 

 

  • Gosto desse tipo de post-dica porque anoto as que não conheço para degustar futuramente. Provavelmente quem separou estas opções não teve ainda a oportunidade de provar a Jeffrey Niña, uma wit deliciosa que leva limão siciliano, dá pra perceber o aroma ao abrir a tampinha. #ficadica

    • Olá Luciano, tudo bem? Na lista trouxemos algumas das principais witbiers importadas e nacionais, mas claro, tem muitas outras excelentes opções no mercado. Agradeço a indicação da sua favorita. Fica a dica para quem quiser apreciar mais essa maravilha!
      Abraço!

    • Sim Júlio, com certeza. Na lista colocamos 10 mas, existe muitas outras cervejas Witbier, que são excelentes. Valeu pela Dica! 😉

    • Olá José, sim realmente são excelentes cervejas, mas a lista limita-se a 10, não são as melhores ou mais consumidas, mas 10 boas Witbier que todo mundo deve conhecer, muitas outras que achamos incríveis e que nossos leitores indicaram, também não estão nessa lista, mas já estamos cogitando fazer uma nova com as 10 cervejas Witbier que você deve conhecer (parte 2) 😉
      Valeu pela dica!

Deixe uma resposta