12 das cervejas mais caras do mundo

11/05/2017 - Curiosidades

22.370 visualizações

12 das cervejas mais caras do mundo

Ana Paula Komar
Jornalista, apaixonada por história, curiosa por culturas e apreciadora de boas cervejas!

A criação de uma cerveja pode ir muito além da água, malte, lúpulo e levedura. Hoje já são vários os estilos de cervejas que proporcionam ao degustador os mais variados tipos de experiência em aromas e paladar. Seja por adicionar ingredientes inusitados na receita, ou por pouca disponibilidade no mercado, ou até mesmo pelo modelo da garrafa, algumas cervejas tornam-se raras e consequentemente caras.

Mas você já parou para pensar quais são as cervejas mais caras do mundo? Nós paramos, pesquisamos e selecionamos aqui 12 das cervejas mais caras do mundo e seus detalhes que fazem a diferença na venda.

Conheça 12 das cervejas mais caras do mundo

Se você é um daqueles apaixonados por cerveja e adora experimentar cervejas diferentes e de todo o mundo, é bom já ir preparando o bolso, que aqui não tem chorinho não.  Conheça na lista 12 das cervejas mais caras do mundo. Se já provou alguma delas, conte pra gente nos comentários abaixo.

12-das-cervejas-mais-caras-do-mundoNail Brewing’s Antarctic Nail Ale Essa cerveja da Austrália é produzida com gelo de iceberg. São somente 30 garrafas disponíveis. Levando em conta essa peculiaridade em sua produção e a pequena oferta de mercado, a garrafa de 500 ml dessa cerveja é vendida em leilão, por preços entre 800 e 1815 dólares.

12-das-cervejas-mais-caras-do-mundoBrewDog End of History – Escócia – Com 55% de teor alcoólico essa cerveja está também entre as mais intensas do mundo. Congelada e destilada várias vezes, essa cerveja teve apenas 12 tiragens e seu valor pode chegar a US$ 765,00. O curioso aqui também é a sua embalagem, a garrafa vem dentro de animais empalhados.

12-das-cervejas-mais-caras-do-mundoCarlsberg Jacobsen Vintage – Dinamarca – Com um custo de aproximadamente US$ 400,00 essa cerveja foi criada para desafiar o mercado de vinhos. Entre 2008 e 2010 foram feitas somente 600 garrafas, com validade em 2059.

12-das-cervejas-mais-caras-do-mundoSchorschbräu Schorschbock 57 – Alemanha – Essa cerveja também possui edição limitada, são 36 garrafas, que custam em média US$ 275,00. O que chama a atenção é o seu processo de produção. São usados métodos de refinamento icebok para gelar a água da bebida, desse modo são separados o aroma e os outros ingredientes da receita, isso faz com que a cerveja fique ainda mais forte.

12-das-cervejas-mais-caras-do-mundoCrown Ambassador Reserve Lager – Austrália – Essa cerveja foi produzida apenas 4 vezes, com lote individual de 8 mil garrafas. Ela é estocada por até 12 meses em barris de carvalho francês. No sabor apresenta tendência para o vinho e seu custo chega a US$ 90,00.

12-das-cervejas-mais-caras-do-mundoSamuel Adams Utopias – Estados Unidos – Produzida de dois em dois anos, ela é feita com maltes thecos e alemães e lúpulos das variedades Tettnanger, Saaz, Mittelfrüh, Hallertau e Spalter. É envelhecida em barris de carvalho já usados para uísques e conhaques e envasada em garrafas de cobre. Uma cerveja especial que tem um custo médio de US$ 150,00, mas devido a raridade no mercado pode chegar a custar até US$ 500,00.

12-das-cervejas-mais-caras-do-mundoSapporo Space Barley – Japão – Quando o assunto é cerveja com diferencial e produção inusitada, essa é um bom exemplo. As sementes de cevada utilizadas nessa receita foram cultivadas no espaço. Isso mesmo! As sementes foram levadas para a Estação Espacial Internacional. Após cinco meses a cevada retornou para a Terra e a cerveja foi produzida. Com tanta peculiaridade seu valor custa em média US$ 110,00.

12-das-cervejas-mais-caras-do-mundoBrewDog Sink the Bismarck – Escócia – Também considerada uma das cervejas mais fortes do mundo. Para atingir o seu grande nível de amargor foram adicionados, em sua receita, quatro vezes mais lúpulo e para chegar aos 41% de teor alcoólico ela e congelada e destilada também por quatro vezes. US$ 80,00 é o custo dessa cerveja.

12-das-cervejas-mais-caras-do-mundoTutankhamun Ale – Inglaterra – Em 1990, o arqueólogo Barry Kemp encontrou no Egito 10 barris de cervejas enterrados. Através de análise cientifica foram descobertos resíduos de 3250 anos atrás. A cervejaria escocesa, Jim Merrington, produziu 1000 garrafas da cerveja, que hoje custa US$ 75,00.

12-das-cervejas-mais-caras-do-mundoWestvleteren Brewery – Bélgica – Essa cerveja é fabricada na Abadia de St. Sixtus, desde 1838. Com a ideia de vender apenas para manter o sustento da Abadia, sua produção é pequena. Extremamente artesanal, a garrafa se quer leva rótulo. Sem exportação, quem quiser provar essa cerveja terá de ir até lá, com data e horário marcado. Com a venda limitada a cerveja se tornou uma raridade, uma caixa com seis garrafas já chegou a ser leiloada por US$ 625,00.

Para finalizar a nossa lista, vamos com duas das mais caras cervejas brasileiras.

12-das-cervejas-mais-caras-do-mundoFalke Vivre Pour Vivre – Brasil – Uma cerveja de fermentação espontânea, com jabuticaba na receita. São três etapas em seu processo de fabricação: a primeira é a ação das leveduras para ganhar álcool; na segunda etapa quem trabalha são os lactobacilos, para gerar acidez; a terceira e última etapa da produção acontece 3 anos depois, quando então é adicionado a jabuticaba e novamente é fermentada. Uma cerveja exclusiva e rara que chega ao mercado com um custo aproximado a R$ 240 o litro.

12-das-cervejas-mais-caras-do-mundoWäls Brutt – Brasil  Uma cerveja é do estilo Belgian Golden Strong Ale, feita pelo método de champenoise. Ela  é produzida com leveduras de champagne e maturada, com umidade e temperatura controlada, por nove meses na cave da cervejaria. O litro da Wäls Brutt custa, em média, R$ 190 reais.

Deixe uma resposta