Cervejas envelhecidas em madeira – saiba tudo sobre essa deliciosa tendência

11/04/2017 - Curiosidades, Estilos de Cerveja

2.807 visualizações

Cervejas envelhecidas em madeira – saiba tudo sobre essa deliciosa tendência

Fernanda Severo
Sommelière de Cervejas e Homebrewer

Você, cervejeiro antenado nas novidades do universo da cevada, deve ter percebido o “boom” de lançamentos de rótulos de cervejas envelhecidas em madeira. Elas costumam ser complexas, deliciosas e trazem interessantes aspectos da madeira para o nosso sensorial. De alguns anos para cá, essa técnica começou a ser adotada por diversas cervejarias nacionais e virou tendência no mercado brasileiro. Que sorte a nossa!

O que são as “Wood and Barrel Aged Beers”?

As cervejas envelhecidas em madeira são bastante diversas e podem ter diferentes bases, ou seja, não existe um único estilo de cerveja que possa ser produzido dessa forma. Entre os mais comuns estão as Porters, Stouts, Barleywines, Saisons e Sours.

O grande diferencial das Wood and Barrel Aged é justamente o fato de elas passarem o tempo de maturação em contato com a madeira com o objetivo de extrair características desse material. As Barrel Aged Beers são feitas através da moda antiga, dentro de um barril. Já as Wood Aged Beers recebem a adição de lascas da madeira no tanque de maturação. O mais legal é que o cervejeiro pode nos surpreender utilizando diferentes tipos, como carvalho ou amburana, ou utilizar barris que já receberam outras bebidas, como uísque, vinho e rum.

Por quanto tempo a cerveja é maturada no barril?

O período de tempo em que a cerveja é maturada no barril de madeira depende da receita de cada cervejeiro. Geralmente, ela pode maturar de 1 a 3 anos para ganhar o perfil amadeirado desejado no resultado final. A partir de 6 meses de maturação em barris, a cerveja pode receber a ação de bactérias ou leveduras selvagens, mas não se preocupe pois ela trazem características bem vindas para as Wood and Barrel Aged Beers.

Principais características sensoriais

Cervejas envelhecidas em madeira são intensas. Além das notas da própria madeira utilizada, é possível encontrar toques de baunilha, coco e cereja. Caso a cerveja tenha passado pelo barril de outras bebidas (vinho, uísque, cachaça, etc), ela vai adquirir características semelhantes no aroma e paladar. Ela também costuma agregar traços complexos e maior teor alcoólico. Caso as leveduras selvagens entrem em ação, será possível sentir toques de acidez e sabores que vão te remeter a uma tarde na fazenda.

Dicas de Rótulos Wood and Barrel Aged Beers

Amburana Lager – Way Beer – Quem disse que cervejas de baixa fermentação não combinam com maturação em madeira? A Amburana Lager, da Way, provou que essa união dá muito certo. O resultado foi uma lager encorpada e com notas amadeiradas de amburana no aroma e paladar.

Saison au Vin – Tupiniquim – A Tupiniquim vem criando ótimos rótulos na sua série “Barrel Aged”. A Saison Au Vin foi envelhecida em barris de vinho do Porto e é uma cerveja condimentada, com notas de vinho, frutas e acidez na medida certa.

4 Blés – Bodebrown – A cervejaria curitibana Bodebrown também é famosa por realizar experiências com madeira. A 4 Blés é uma Dark Strong Ale produzida com 4 tipos de trigo diferentes e possui damascos, tâmaras e chips de carvalho em sua composição. Corre para garantir a sua porque só existem 1.654 garrafas numeradas.

KBS – Founders – Essa Imperial Stout é um clássico da Founders e uma das poucas a conquistar nota 100 no Ratebeer. Ela é envelhecida durante um ano em barril de Bourbon, tem adição de baunilha e café, tudo isso dentro de 12,4% de teor alcoólico.

Deixe uma resposta