Berliner Weisse: conheça a acidez que ganhou o coração dos cervejeiros

15/05/2017 - Estilos de Cerveja

1.441 visualizações

Berliner Weisse: conheça a acidez que ganhou o coração dos cervejeiros

Fernanda Severo
Sommelière de Cervejas e Técnica Cervejeira

Claras, leves, refrescantes, bem carbonatadas e ácidas. Se eu tivesse que fazer uma aposta sobre o próximo estilo queridinho dos cervejeiros brasileiros, não haveria dúvida em qual arriscar: Berliner Weisse. Originário de Berlim, na Alemanha, o estilo é a bola da vez e vem conquistando paladares ávidos por novidades e acidez. O estilo já ganhou o coração dos cervejeiros.

Como surgiu o estilo Berliner Weisse?

Existem diversas teorias sobre como surgiu o estilo Berliner Weisse, mas a única certeza é que a cerveja encantou as tropas de Napoleão. Eles a apelidaram de “champagne do norte”pois era caracterizada por uma boa refrescância e pela acidez lática, muito usada por produtores de vinho branco.

No final do século XIX, Berlim tinha notável tradição em cervejas de trigo e as Berliner Weisses, que levam o ingrediente em sua composição, já eram uma das atrações da cidade. Elas costumavam ser servidas acompanhadas por xaropes de frutas ou herbáceos e eram consumidas de canudinho. Infelizmente, a cidade não resistiu a duas guerras mundiais e o estilo quase foi extinto. Para nossa felicidade, os americanos foram os grandes responsáveis por reviver essa tradição, juntamente com outros tipos de cervejas ácidas.

Uma curiosidade: “Berliner Weisse” é uma “denominação de origem controlada”, ou seja, por lei, só as cervejas fabricadas em Berlim podem levar esse nome. O principal exemplar do estilo é o Berliner Kindl Weisse, da cervejaria alemã Berliner Kindl Schultheiss Brauerei.

De onde vem a acidez das Berliner Weisse?

Ao contrário de como são feitos alguns estilos ácidos como, por exemplo, as Lambics, as características da acidez lática da Berliner Weisse podem ser provenientes da introdução lactobacilos no mosto cervejeiro,  de bactérias presentes na casca do malte ou do uso de ácido lático. Esses lactobacilos geram sabores que remetem a iogurte.

Características do Estilo Berliner Weisse

Aparência: A cor pode variar de pálida a amarelo bem claro, e elas podem ser brilhantes ou levemente turvas. Algumas cervejarias começaram a adicionar frutas à cerveja, o que pode gerar cores características.Berliner Weisse

Aroma: A acidez, que pode lembrar iogurte ou até mesmo limão, deve ser perceptível no aroma. As características do trigo podem
aparecer através de um leve aroma de pão, já os lúpulos não devem estar presentes.

Sabor: A principal característica do sabor das Berliner Weisse é a acidez lática e a grande refrescância proveniente da alta carbonatação. O corpo é baixo, assim como o amargor. Caso haja adição de frutas, elas devem aparecer no aroma e sabor.

Você já conhece o estilo ou tem algum rótulo preferido? Conta para gente nos comentários!

 

  • Que top Fernanda! gostei da materia e não conhecia este tipo de cerveja. Eu queria saber a diferença deste estilo para a Sour. Eu experimentei a Sour Framboesa da Jupiter e achei supre interessante, mas é a mesma coisa? ou não tem nada a ver?
    valeu!

    • Oi Thiago! Fico feliz em saber que gostou da matéria 🙂 Uma Sour nada mais é do que uma cerveja ácida e a Berliner Weisse é apenas um dos estilos Sour que existem. Outros estilos azedinhos são as Lambics, Gueze e Gose, O cervejeiro também pode acidificar uma receita e foi o caso da Sour Framboesa da Júpiter. Vou fazer um post falando sobre cervejas ácidas com adição de frutas. Abraços!

Deixe uma resposta