23 de Abril – O dia da Cerveja Impura

15/04/2016 - Notícias

709 visualizações

23 de Abril – O dia da Cerveja Impura

Ana Paula Komar

Jornalista, apaixonada por história, curiosa por culturas e apreciadora de boas cervejas!

Dia 23 de abril marca os 500 anos da Reinheitsgebot, ou Lei de Pureza Alemã. Essa lei foi promulgada pelo Duque da Baviera, Guilherme IV, limitando os ingredientes da cerveja a malte de cevada, lúpulo e água. Na época a levedura ainda não era conhecida, sendo incorporada tempos depois. O Dia da Cerveja Impura será um manifesto contra a Lei da Pureza. A ideia é celebrar, justamente no dia 23 de abril, a liberdade cervejeira e o momento de transformação e evolução da cerveja no mundo.

Muitas cervejarias seguem a Lei da Pureza Alemã, mas muitas outras, entre elas algumas das melhores do mundo, estão longe de seguir esse conceito da lei. Incluem em suas produções os mais diversificados ingredientes, a fim de proporcionar as mais variadas possibilidades de experiências gustativas da cerveja. O Dia da Cerveja Impura tem a intenção de mostrar que podemos beber livre de amarras, e também, apresentar ao público cervejeiro tudo o que teriam perdido e deixado de consumir, caso a lei fosse seguida a risca por todas as cervejarias.

Bizarro: a anti-cerveja

dia-da-cerveja-impuraPara agitar ainda mais o Dia da Cerveja Impura, as cervejarias Morada Cia Etilica, 2Cabeças e a alemã Freigeist, fizeram uma colaborativa e criaram a Bizarro, a anti-cerveja. Trata-se de uma cerveja que não leva malte de cevada, nem lúpulo e nem mesmo água. Para sua produção a Maltes Catarinense preparou malte de arroz e de aveia. Como líquido, foi usado chimarrão, água de coco e sidra (fermentado de maçã). Para tempero, a escolha foi zimbro, sementes de coentro e losna e para fermentar um blend de Saison com Brett. O conceito da Bizarro é desafiar todos os elementos da lei da pureza.

Com o vídeo abaixo você pode entender, ainda melhor, sobre o conceito do Dia da Cerveja Impura, de um jeito bem descontraído. Que tal conferir?

Hoje a cerveja está mais viva, inovadora e mais incrível do que nunca. O público tem sede de novidade e o cervejeiro muitas ideias para produzir. Esta celebração da liberdade cervejeira que acontecerá em vários locais do mundo, inclusive na Alemanha, tem também a intenção de mostrar que seguir uma lei não significa, necessariamente,  estar dentro dos padrões de qualidade.

O Lançamento da Cerveja Impura

O nosso Sommelier de Cervejas Henrique Cruz foi até o evento e trouxe suas impressões pra gente:

Durante o dia inteiro os cervejeiros da Morada Cia Etilica fizeram uma maratona para visitar os bares e pontos de venda em Curitiba, em cada parada muitas pessoas tiravam fotos. As mais curiosas perguntaram como foi fabricada, quais os ingredientes, e o resultado era sempre o mesmo: “parabéns, está excelente”. Ou aos que ainda não tinham provado a bebida “me veja uma pint que eu quero provar”. Todos os clientes que provaram a bebida gostaram muito, elogiaram os seus criadores e ainda brincaram com o nome “é bizarra mesmo” justificando que não parece uma cerveja, ao mesmo tempo que é complexa devido a todos os ingredientes utilizados e ainda é leve e refrescante.

O evento foi um sucesso pelo Brasil inteiro. Pessoas que não são apreciadores das cervejas artesanais puderam provar um pouco dessa bebida que defendeu a cultura cervejeira e o processo de criação dos mestres cervejeiros. Já os cervejeiros fanáticos e colecionadores garantiram logo suas garrafas.

Degustação da Cerveja Bizarro

Aroma de vinho branco, chá, sidra, no sabor água de coco aparece muito sutil, o chá e a sidra dominam o paladar, final levemente adocicado, formação de espuma média e com baixa retenção, carbonatação média com bolhas grandes, no copo uma bebida de cor dourada brilhante.

Se você não pode comparecer nos eventos e está curioso para tomar a cerveja, ela está disponível no nosso site, basta clicar aqui.

Deixe uma resposta