Cerveja e Yoga? Conheça o Beer Yoga que é sucesso nos EUA

16/06/2016 - Notícias

1.728 visualizações

Cerveja e Yoga? Conheça o Beer Yoga que é sucesso nos EUA

Vinicius Stanula
SEO, tomador de bera e aprendiz da arte suave nas horas vagas

Chame de Yoga, Detox Retox, Happy Hour, ou como quiser. Mas a modalidade de Beer Yoga tem crescido muito nos Estados Unidos e em diversos lugares do mundo. Também pudera, né? Imagina praticar o seu esporte favorito bebendo uma cerveja.

O programa, que pode ser chamado de Beer Yoga ou Detox Retox, surgiu de um pensamento: se privar das coisas que você gosta não acaba fazendo mais mal do que bem? Aí surgiu essa modalidade, que une os benefícios da Yoga com a nossa bebida favorita. Enquanto os ensinamentos e posições são as clássicas ensinadas em aulas de Yoga, essas aulas geralmente acontecem em cervejarias, parques, ou qualquer outro ambiente que fuja de uma academia.

beer-yogaA ideia surgiu de Beth Cosi, funcionária de um restaurante e instrutora de yoga. Segundo ela, quando começou a dar aulas poucas pessoas aceitavam seus convites e iam até um estúdio de Yoga, aí ela teve a ideia de entrar em contato com uma cervejaria local e fazer o convite: uma aula de yoga seguida de uma degustação de cerveja. O resultado foi um sucesso.

Segundo Beth Cosi, as aulas tendem a atrair iniciantes, especialmente homens. “Nós conseguimos atrair mais homens porque as aulas são em uma cervejaria, e eles ainda ganham uma cerveja. Essa é a cereja. Muitos deles vêm com suas namoradas, esposas, irmãs.”

A ideia logo se espalhou, e hoje em dia diversos instrutores de Yoga nos Estados Unidos já trabalham com essa modalidade. A própria Beth Cosi diz que percebeu a proporção que isto estava tomando quando as aulas de Yoga ficaram maiores que a própria cervejaria, a obrigando a mudar para um local maior.

Alguns instrutores beer-yogaincorporam a bebida aos movimentos de yoga, então você bebe enquanto pratica, e algumas liberam a bebedeira somente ao término da aula. O mais legal ainda, é que essas aulas possibilitam que as pessoas não só pratiquem um esporte juntas, mas que se socializem e se conheçam melhor.

E ainda não é só os alunos e instrutores de yoga que ganham com isso. Já que o público nas aulas de yoga é em sua maioria feminino, e nas cervejarias, em sua maioria masculino. A união dos 2 acaba unindo os públicos e trazendo mais mulheres para as cervejarias, e mais homens para a Yoga. Legal, né? 🙂

Agora é torcer para que essa ideia se espalhe e chegue aqui no Brasil, e por que não até outros esportes? Já vou incorporar no meu Jiu Jitsu e inventar a guarda cerveja. haha

E aí, bora pra uma aula de Beer Yoga?

Deixe uma resposta