Festival Brasileiro da cerveja investe na cultura cervejeira

17/03/2016 - Notícias

208 visualizações

Festival Brasileiro da cerveja investe na cultura cervejeira

Henrique Cruz
Sommelier de Cervejas; Professor e Consultor; Cervejeiro Caseiro; Juiz BJCP;

O Festival Brasileiro da Cerveja, que ocorreu entre 9 e 12 de março, trouxe esse ano diversas palestras abertas ao público, algumas gratuitas e outras com um valor, até mesmo simbólico, pelo conteúdo oferecido e os renomados palestrantes.

A primeira palestra que pude participar foi sobre cervejas Pilsen e “tipo Pilsen”. Um pequeno debate entre os palestrantes, Mauricio Beltramelli e Fabiana Arreguy, e o público, para mostrar que realmente as pessoas julgam as cervejas pelo rótulo e não pelas características sensórias da bebida. Nessa palestra foram degustados cinco rótulos às cegas, ou seja, sem saber qual era a cerveja. Das cinco, três eram marcas que operam como macro indústrias e as outras duas, rótulos artesanais. Entre as pessoas que estavam participando da palestra, poucas conseguiram acertar uma dentre as cinco degustadas. Isso prova que, às vezes, as pessoas acham uma cerveja ruim pelo rótulo e não necessariamente pelo seu paladar.

palestra-festival-da-cerveja

O bate papo continuou acontecendo e abordou também a importância da grande indústria no passado, a revolução cervejeira hoje em dia, como as cervejas do estilo Pilsen são diferentes das “tipo pilsen” e ainda a questão do milho na cerveja, entre outros tópicos. De maneira geral foi bastante enriquecedor e certamente uma palestra, sobre o mundo das cervejas, que quebrou vários mitos e preconceitos.

Palestra Guia de Estilos BJCP

Outra, das palestras oferecidas, abordou tudo sobre o Guia de Estilos BJCP. Como funcionam os campeonatos, os julgamentos, o sistema de pontuação de juízes, entre outros, esse foram os assuntos abordados. O palestrante Marcos Odebrecht pode esclarecer diversas dúvidas dos cervejeiros caseiros, bem como, direcionar os que tinham interesse em se tornar membros do Programa BJCP.

Com essa palestra foi interessante visualizar a evolução do Brasil dentro do Programa BJCP, o crescimento no número de juízes qualificados e o aumento de competições. Isso prova que o mercado está crescendo e que teremos cada vez mais pessoas dedicadas, estudando e se preparando para os concursos.

Analisando todos os dados e informações fornecidas, pude concluir que, em um futuro próximo, teremos uma melhoria significativa dos cervejeiros caseiros. Isso acarretará em uma melhoria também nas cervejas de mercado, pois muitos cervejeiros caseiros estão deixando as panelas de lado para terceirizar  e comercializar suas produções nas grandes indústrias.

Que tal aprender sobre queijos?

harmonização-cervejas-e-queijos.jpg 2

Esse foi o tema da última palestra que participei, colocado em pratica com uma harmonização de queijos com cervejas. O foco da palestra não era tanto a harmonização de queijos em si, mas sim, a parte de produção dos queijos, como são feitos, diferentes tipos de leites, sobre a legislação, os estados produtores, diferença entre os estilos de queijos, e muito mais.

No final, para fechar com chave de ouro, foram degustados seis tipos de queijos, harmonizados com seis tipos de cervejas, disponíveis no festival de Blumenau e algumas delas inclusive medalhistas. Esta palestra foi a mais enriquecedora, pois mostrou o outro lado da cultura artesanal, proporcionando adquirir muito conhecimento.

Um agradecimento à equipe do Festival Brasileiro da Cerveja e o pessoal da Escola Superior de Cerveja e Malte, por oferecer palestras tão construtivas em um evento como esse.

Fonte imagem: Festival Brasileiro da Cerveja

Deixe uma resposta