Gosta de Queijo Minas Artesanal? Conheça quais as regiões produtoras

09/05/2018 - Prazeres Correlatos

624 visualizações

Gosta de Queijo Minas Artesanal? Conheça quais as regiões produtoras

Lorenza Coelho
Jornalista , especialista em comunicação empresarial e amante de queijos. Por onde passa, gosta de conhecer e apreciar essa iguaria. É também editora-chefe do Portal do Queijo.

Quem aí nunca ouviu falar do famoso Queijo Minas? O estado disponibiliza uma gama de opções que é requisitada dentro e fora do país. A tradição na fabricação artesanal do queijo artesanal rendeu a ele o título de Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro, concedido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

>>> Cerveja e queijo, combinação perfeita! <<<

Experimentar a suavidade do sabor e a delicadeza da textura do Queijo Minas é aventura pura: para chegar até as queijarias artesanais, passa-se por estradas de terra, entre vales e montanhas. O que é melhor, pode-se comprar o queijo diretamente da fonte.

Conheça os tipos de Queijo Minas

Queijo Minas

Entre as montanhas mineiras, sete microrregiões produtoras se destacam quando o assunto é Queijo Minas Artesanal com certificação de origem: Araxá, Campo das Vertentes, Cerrado, Serra da Canastra, Serra do Salitre, Serro e Triângulo Mineiro.

Araxá:

O queijo com esta certificação de origem pode ser encontrado em Araxá e nas cidades vizinhas: Tapira, Pratinha, Conquista, Ibiá, Campos Altos, Perdizes, Pedrinópolis, Sacramento e Medeiros.

Campo das Vertentes:

O Campo das Vertentes trata-se de uma grande região queijeira formada pelos municípios de Barroso, Conceição da Barra de Minas, Coronel Xavier Chaves, Carrancas, Lagoa Dourada, Madre de Deus de Minas, Nazareno, Prados, Piedade do Rio Grande, Resende Costa, Ritápolis, Santa Cruz de Minas, São João Del Rei, São Tiago e Tiradentes.

Cerrado:

No oeste de Minas Gerais fica a região do Alto Paranaíba ou do Cerrado, que é composta pelos municípios de Abadia dos Dourados, Arapuá, Carmo do Paranaíba, Coromandel, Cruzeiro da Fortaleza, Guimarânia, Lagamar, Lagoa Formosa, Matutina, Patos de Minas, Patrocínio, Presidente Olegário, Rio Paranaíba, Santa Rosa da Serra, São Gonçalo do Abaeté, São Gotardo, Tiros e Varjão de Minas.

Serra da Canastra:

Na Serra da Canastra é produzido o famoso Queijo Canastra, um dos primeiros produtos a conseguir o Selo de Origem no Brasil. É também uma marca registrada no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) e um produto tombado como Patrimônio Cultural Imaterial. Ele pode ser encontrado nas cidades de Bambuí, Delfinópolis, Medeiros, Piumhi, São Roque de Minas, Vargem Bonita e Tapiraí.

Serra do Salitre:

Região formada apenas pela Serra do Salitre, na qual se destaca a produção do Queijo Minas Artesanal da Serra do Salitre.

Serro:

cidade do Serro nomeia toda uma microrregião composta por outros municípios como Rio Vermelho, Serra Azul de Minas, Santo Antônio do Itambé, Materlândia, Sabinópolis, Alvorada de Minas, Dom Joaquim, Conceição do Mato Dentro e Paulistas.

Triângulo Mineiro:

A mais recente certificação de região Produtora de Queijo Minas Artesanal foi concedida para o Triângulo Mineiro. São aproximadamente 1.300 produtores das cidades de Araguari, Cascalho Rico, Estrela do Sul, Indianópolis, Monte Alegre de Minas, Monte Carmelo, Nova Ponte, Romaria, Tupaciguara e Uberlândia.

Se você quiser conhecer melhor os produtores mineiros, disponibilizei em meu site uma lista para que você possa localizá-los em suas respectivas regiões, visitar as fazendas e comprar essa delícia. Acesse o Portal do Queijo.

Deixe uma resposta