The God Father – a trilogia

02/11/2016 - Prazeres Correlatos

850 visualizações

The God Father – a trilogia

Douglas Salvador
Fundador e CEO do Clube do Malte. Amante de viagens, cinema, charutos, tenis e claro, cerveja.

De tempos em tempos, cronistas de cinema fazem listas dos melhores filmes do século e, em todas as listas que eu vi até hoje, a trilogia The God Father aparece encabeçando a relação. Eu, particularmente, já vi esse filme mais de 10 vezes com certeza. Cada vez que eu assisto eu curto um detalhe diferente. Tenho uma teoria: filme bom é aquele que você fica pensando na história dias a fio. Parece que aquilo aconteceu de verdade e parece que aquilo aconteceu com você. Eu fiz uma análise de alguns pontos que transformam The God Father numa experiência genial:

  1. Trilha

Pode anotar: filme bom tem trilha boa. É uma regra que dificilmente falha.

  1. Paradoxo

Don Corleone é um gangster. Um assassino. Mas é conservador e tem valores de família muito fortes. Não aceita má educação. Não gosta de drogas. Não gosta de putaria. É rígido com os filhos. Isso é muito confuso na cabeça do expectador porque você acaba gostando dele como um pai ou um avô. Mas no fundo ele é do mal. E você gosta dele mesmo assim.

  1. Simplicidade

Don era rico. Podre de rico. Mas não esbanjava. Era discreto e não se exibia gratuitamente. Ele entendia que dinheiro é pedra. E poder é rocha.

  1. Filme de época

É um clássico filme de época. Mostra toda a colonização dos italianos na América. E a edição mostrando o passado na Sicília é genial. Eu morava naqueles vilarejos fácil, fácil.

  1. Atores

Marlon Brando, Al Pacino, Robert Duvall, Abe Vigoda, James Caan, Robert de Niro e Cia. Não preciso falar mais nada, né?

Não assistiu ainda? Não perca tempo.

Assistiu só uma vez? Assista mais nove como eu!

 

  • Douglas, como são estranhas as coincidências dessa vida!
    Eu nunca assisti a Trilogia baseada nos livros do Mario Puzo. Mas, ONTEM eu decidi que, como estou beirando os quarenta anos, já passava da hora de eu me aventurar por esses filmes sobre os quais eu só ouço elogios,
    A coincidência no caso, é que no momento em que eu acabo de fechar a compra do box de DVD’s numa loja online, eu me deparo com esse texto maravilhoso!
    Mal posso esperar para assistir os três filmes bebendo uma boa breja!

Deixe uma resposta