Cerveja e comida. É hora de harmonizar!

10/11/2016 - Receitas e Harmonizações

791 visualizações

Cerveja e comida. É hora de harmonizar!

Henrique Cruz
Sommelier de Cervejas; Professor e Consultor; Cervejeiro Caseiro; Juiz BJCP;

Muita gente têm nos procurado nos últimos tempos perguntando sobre harmonização com cerveja. Hoje em dia este termo está na moda e muitos chefes de cozinha tem utilizado a cerveja em seus pratos como ingredientes, mas também existem os que trazem o conceito de: bebida + comida ficam melhores juntas do que separadas, criando harmonizações perfeitas entre cerveja e comida.

Levando em consideração que a harmonização precisa complementar o prato ou extrair novos sabores agregando valor na degustação, existem algumas formas de se buscar este encaixe. A melhor delas é a desconstrução da cerveja e do prato. Como assim? Bom, basta pegar os ingredientes principais do prato e os sabores/aromas destacados na cerveja.

A sim, quase esquecendo, para uma boa harmonizações entre cerveja e comida o método de cocção é muito importante, um peixe pode ser feito empanado, frito, assado, cozido com diversos temperos etc. Portanto é importante saber exatamente de qual tipo de prato estamos falando e iremos harmonizar.

thinkstockphotos-467422090Vamos pegar o Bolo de fubá, por exemplo, que normalmente tem os seguintes ingredientes: ovos, leite, óleo, açúcar, fubá (normalmente de milho), farinha de trigo, erva doce e fermento de bolo. Para quem ainda não experimentou um bolo de Fubá tomando um café, faça! É uma experiência que realmente harmoniza, mas aí vem à pergunta. O que o café e o fubá têm a ver com a harmonização de cerveja? A resposta é TUDO.

Se por algum motivo uma comida fica boa com alguma bebida, nós podemos replicar isso. Basta procurar uma cerveja com perfil similar à bebida, exemplo o café. Podemos sugerir uma Stout, cerveja encorpada, com notas torradas, tostadas e de café, que pela semelhança vai funcionar bem com o bolo de fubá, mas também podemos ir mais adiante. Tentar uma cerveja com especiarias, uma Belgian Tripel, por exemplo, trará especiarias que combinam com a erva doce ao mesmo tempo em que ressaltam o perfil do fermento Belga na presença dos ovos.

Com isso podemos propor harmonizações a partir de coisas que já existem, praticando a desconstrução dos alimentos, expondo seus ingredientes básicos e métodos de cocção, podemos descobrir um mundo encantador quando o assunto é unir cerveja e comida.

 

Deixe uma resposta