Spencer Brewery: a primeira cerveja trapista das Américas

09/02/2020 - Cervejarias

3.595 visualizações

Spencer Brewery: a primeira cerveja trapista das Américas

Henrique Cruz
Sommelier de Cervejas; Professor e Consultor; Cervejeiro Caseiro; Juiz BJCP;

Só pelo fato de ser uma cervejaria trapista a Spencer Brewery já merece todo nosso amor cervejeiro, mas essa cervejaria consegue surpreender a cada dia.

Apesar de ser “nova” dentro da ordem das cervejas trapistas certificadas pela ITA (International Trappist Association), ela chegou com tudo!

A abadia foi fundada em 1950, e após 60 anos produzindo e vendendo apenas geleias sob o rótulo Trappist Preserves, para subsidiar suas despesas e para assistência à caridade, a ideia de fundar uma cervejaria se fez necessária. Tudo começou com o monge Isaac, quando ele percebeu que a venda somente dos doces já não era mais o suficiente para manter o monastério.

Para tanto, os monges da Spencer rodaram a Europa em busca de conhecimento. Passaram pelas renomadas cervejarias trapistas, como a Abadia de Westmalle e a aclamada Westvleteren, atrás de aprendizados, bons conselhos e principalmente detalhes de todo o processo de produção das icônicas trapistas.

Quando surgiu a Spencer Brewery?

Suas atividades com a cervejaria começaram em 2013, sendo o primeiro monastério fora da Europa a receber o selo da ITA, ou seja, a primeira cervejaria trapista das Américas, e todo o processo levou menos de 3 anos.

Foram aproximadamente 24 tentativas até chegar a fórmula da famosa Spencer Trappist Ale, que leva 37 dias para ser produzida e tem 6,5% de álcool. Para prová-la, é preciso ir até o estado de Massachusetts, nos Estados Unidos, pois seus 4.000 rótulos produzidos por semana, geralmente, já são previamente comprados e saem de lá assim que são produzidos.

No final de 2015, a cervejaria que contava com apenas 3 rótulos em sua produção lançou uma Stout. Ela foi contra todos os padrões das outras cervejarias trapistas, que até então não haviam lançado nenhuma cerveja fora dos estilos já consagrados das trapistas ou de cervejas de abadia, como as Dubbel, Tripel e Quadrupel.

Esse lançamento causou polêmica no mundo cervejeiro e alguns problemas, pois o guia de estilos BJCP (Beer Judge Certification Program) não previa nenhuma Stout na categoria “Cerveja Trapista”.

Vale ressaltar que Trapista não é um estilo e sim uma denominação para as cervejas que são produzidas dentro dos monastérios e que atendem a uma série de normas.

Depois disso, a Spencer Brewery atacou novamente os fãs das trapistas tradicionais e mais uma vez lançou algo fora da curva! A Spencer IPA foi o lançamento da cervejaria mais procurado e que moveu multidões nos EUA.

Mas como essa não é uma cervejaria trapista comum, assim como todo cervejeiro americano, os monges também estão sempre em busca de inovações. Hoje eles possuem três linhas de cervejas: Trappist Classics, American Trappist Craft Beers e Spencer Fruit Series. As duas últimas incluem cervejas de estilos bem diferentes dos convencionais fabricados pelas demais trapistas, como Pilsen, IPA, Vienna Lager, Imperial Stout, Saison, versões com frutas e a sua mais nova criação: uma Pumpkin Ale cheia de personalidade. Ao todo são 11 rótulos no portfólio da Spencer Brewery.

Os monges da abadia são autorizados a beber a cerveja somente nos domingos. Nas palavras do monge Isac: “Talvez, um dia, o abade permita a gente a beber com mais frequência. A cerveja é uma maneira de louvar a Deus e tornar o mundo um lugar melhor para se viver”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O seu Blog da Cerveja Artesanal

O blog cervejeiro Cerveja de Todos os Jeitos foi criado por nós aqui do Clube do Malte com o objetivo de afunilar nosso vínculo com nossos leitores e trazer o melhor conteúdo sobre cervejas artesanais, estilos de cerveja, curiosidades, diferenças com a cerveja comum e notícias do mundo cervejeiro. Nosso objetivo é construir a maior e mais engajada comunidade de apaixonados por cerveja do Brasil, e acreditamos que o conhecimento é o primeiro passo para isso acontecer. Aqui é um espaço dedicado para falarmos sobre esta bebida milenar e nos aprofundarmos neste universo tão complexo, porém maravilhoso, que é o das cervejas especiais.
Com um leque tão grande de possibilidades entre os diferentes tipos de cerveja. Contudo, neste blog de cerveja você encontrará os mais variados assuntos e temas relacionados ao cenário cervejeiro do Brasil e do mundo. Aqui você encontrará conteúdos sobre harmonização com cerveja, roteiros cervejeiros, tudo sobre as mais famosas marcas de cerveja, entrevistas com cervejeiros e especialistas, homebrewing com dicas para cervejeiros caseiros, processo de produção de cerveja, entre vários outros no qual trabalhamos com toda dedicação e carinho para te deixar sempre bem informado e antenado. E tem mais, o que acha de ser nosso repórter cervejeiro e aparecer em nossa revista e aqui no Blog?
É simples, envie um e-mail para revista@clubedomalte.com.br com suas dúvidas sobre cervejas, ou dicas de conteúdos que gostaria de ver na revista e no blog. Ou ainda faça indicações de destinos cervejeiros que gostaria de compartilhar com os demais leitores, basta fazer um post em seu Facebook ou Instagram com a #meudestinocervejeiro contando sobre o seu destino preferido, ou se preferir, envie um e-mail para nós, que você poderá ser o repórter cervejeiro do mês. Cheers!