Cervejas La Trappe: para beber de joelhos

05/12/2017 - Cervejarias, Notícias

5.459 visualizações

Cervejas La Trappe: para beber de joelhos

Clube do Malte
Beba menos, beba melhor!

A história da cervejas La Trappe começou ainda em 1880, quando Dom Dominicus Lacaes, abade do mosteiro trapista Sainte-Marie-du-Mont, em Mont-des-Cats, no norte da França, estava preocupado com o destino dos seus monges. Naquela época, uma lei francesa ameaçou a existência de mosteiros no país e o futuro não parecia tão promissor.

botto-bar-la-trappeOs monges de Mont-des-Cats acabaram se preparando para o fato de que eles logo teria de deixar a França. Na verdade, nunca chegou a esse ponto, mas a situação se tornou tão preocupante que o abade decidiu enviar um dos seus monges, Sebastian Wyart, em busca de um lugar de refúgio fora do país. Wyart escolheu Holanda, um país que ofereceu hospitalidade aos perseguidos religiosos.

Ele encontrou o que estava procurando na área em torno de Tilburg, perto da pequena cidade de Berkel-Enschot: uma área de pântano aberto com várias pequenas fazendas e produtores locais. Acabaram se estabelecendo nesta região chamada de ‘Koningshoeven’ (Quintas do Rei) uma vez que esta área já havia sido propriedade do rei William II.

Assim o mosteiro foi fundado em 1881, por esta ordem trapista refugiada da França. O nome ‘La Trappe’ é originário da abadia francesa de “NotreDame de la Grande Trappe”, em Soligny-la-Trappe. Para subsistirem, os monges começaram a recuperar e cultivar a terra pobre de Koningshoeven Quando as atividades rurais já não supriam as necessidades básicas, o monge superior decidiu começar a produzir cerveja. Este seria o começo da única cervejaria trapista holandesa e que hoje é a fonte de rendimento mais importante do mosteiro.

A receita criada pelos monges tem proporcionado o prazer da tradicional das cervejas La Trappe por mais de cem anos, em um método_rl23434_bewerkt que não envolve nada além de ingredientes puros e naturais: lúpulo, cevada, fermento e água, da fonte de Koningshoeven. Atualmente, os monges proprietários da marca registrada La Trappe, já não trabalham mais diretamente na sua produção, mas continuam firmes na supervisão de todo o processo. Uma parte dos lucros provenientes das vendas vai para manutenção dos mosteiros da ordem na Indonésia e Uganda.

Aqui você confere todas as cervejas La Trappe disponíveis em nosso site!

Que tal fazer um tour pelo mosteiro e cervejaria da La Trappe? Saiba como aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O seu Blog da Cerveja Artesanal

O blog cervejeiro Cerveja de Todos os Jeitos foi criado por nós aqui do Clube do Malte com o objetivo de afunilar nosso vínculo com nossos leitores e trazer o melhor conteúdo sobre cervejas artesanais, estilos de cerveja, curiosidades, diferenças com a cerveja comum e notícias do mundo cervejeiro. Nosso objetivo é construir a maior e mais engajada comunidade de apaixonados por cerveja do Brasil, e acreditamos que o conhecimento é o primeiro passo para isso acontecer. Aqui é um espaço dedicado para falarmos sobre esta bebida milenar e nos aprofundarmos neste universo tão complexo, porém maravilhoso, que é o das cervejas especiais.
Com um leque tão grande de possibilidades entre os diferentes tipos de cerveja. Contudo, neste blog de cerveja você encontrará os mais variados assuntos e temas relacionados ao cenário cervejeiro do Brasil e do mundo. Aqui você encontrará conteúdos sobre harmonização com cerveja, roteiros cervejeiros, tudo sobre as mais famosas marcas de cerveja, entrevistas com cervejeiros e especialistas, homebrewing com dicas para cervejeiros caseiros, processo de produção de cerveja, entre vários outros no qual trabalhamos com toda dedicação e carinho para te deixar sempre bem informado e antenado. E tem mais, o que acha de ser nosso repórter cervejeiro e aparecer em nossa revista e aqui no Blog?
É simples, envie um e-mail para revista@clubedomalte.com.br com suas dúvidas sobre cervejas, ou dicas de conteúdos que gostaria de ver na revista e no blog. Ou ainda faça indicações de destinos cervejeiros que gostaria de compartilhar com os demais leitores, basta fazer um post em seu Facebook ou Instagram com a #meudestinocervejeiro contando sobre o seu destino preferido, ou se preferir, envie um e-mail para nós, que você poderá ser o repórter cervejeiro do mês. Cheers!