Como fazer uma boa degustação de cervejas artesanais?

31/07/2020 - Notícias

342 visualizações

Como fazer uma boa degustação de cervejas artesanais?

Bruna Luiza Ribeiro
Personal chef, sommeliére de cerveja, dona do blog e confeitaria chefbrunaluiza

Salve, cervejeiros e cervejeiras! Hoje eu trouxe algumas dicas de com fazer uma boa degustação de cervejas artesanais , com uma régua com 6 rótulos, e desfrutar dessa experiência sem sair de casa!

Agora que nossa régua está montada, vamos conferir algumas dicas para fazer a degustação de cervejas artesanais?

O serviço:

Os copos devem estar limpos, sem poeira, sem gordura ou vestígio de detergente.
Aqui, a caneca congelada não faz muito sucesso, pois quando a cerveja é servida mais gelada do que deveria seus aromas e sabores podem passar despercebidos.

Análise sensorial

Visual:

Cerveja servida, vamos explorar primeiro o sentido da visão: Analise a aparência (brilhosa ou turva)  cor (clara, âmbar, escura) e espuma (formação e persistência)

Aroma:

Imagine uma roda de aromas com, por exemplo, notas florais, frutadas, torradas, aromas de tempero e especiarias. Pense qual deles define melhor a sua cerveja. 

Depois explore melhor esse grupo e identifique aromas específicos No caso do frutado, por exemplo, você pode encontrar frutas vermelhas, frutas secas, frutas amarelas e assim por diante.

Por exemplo, em uma IPA temos aroma frutado proveniente do lúpulo que remete a frutas cítricas como maracujá, laranja e frutas amarelas como manga. Uma Munich Helles traz aromas que remetem a cereais como casca de pão. Nas Stouts os aromas remetem a chocolate meio amargo intenso, cacau e café. Já uma Belgian Tripel aromas de frutas amarelas como pêssego e damasco. 

Paladar:

É hora de definir o gosto: amargo, doce, ácido, salgado ou umami? Faça uma combinação com o aroma percebido anteriormente e defina os sabores mais evidentes e, depois, os mais sutis. Pense também no corpo da cerveja, como ela preencheu seu paladar. Ela é levinha, mais “águada”? Ou possui um aspecto mais licoroso?

Como, por exemplo, o amargor intenso e notas de frutas cítricas da IPA provenientes do lúpulo; o amargor suave e sabor que remete a casca de pão na Muniche Helles; O sabor de café intenso na stout e o sabor de frutas amarelas proveniente da fermentação na Belgian Tripel.

E para finalizar a degustação, o aftertaste: quais sabores e sensações ficaram depois do último gole? Pode ser dulçor, aquecimento alcoólico, amargor, entre outros.

O cuidado de analisar essas etapas durante a degustação e pensar sobre a cerveja, lembrar de aromas e sabores, torna a experiência de bebê-la completa.

Mais uma dica:

  • Sentir o aroma de temperos, frutas e ervas é uma forma de treinamento para assimilar melhor os aromas e sabores presentes na sua cerveja.

Qual a temperatura certa para cerveja especial?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O seu Blog da Cerveja Artesanal

O blog cervejeiro Cerveja de Todos os Jeitos foi criado por nós aqui do Clube do Malte com o objetivo de afunilar nosso vínculo com nossos leitores e trazer o melhor conteúdo sobre cervejas artesanais, estilos de cerveja, curiosidades, diferenças com a cerveja comum e notícias do mundo cervejeiro. Nosso objetivo é construir a maior e mais engajada comunidade de apaixonados por cerveja do Brasil, e acreditamos que o conhecimento é o primeiro passo para isso acontecer. Aqui é um espaço dedicado para falarmos sobre esta bebida milenar e nos aprofundarmos neste universo tão complexo, porém maravilhoso, que é o das cervejas especiais.
Com um leque tão grande de possibilidades entre os diferentes tipos de cerveja. Contudo, neste blog de cerveja você encontrará os mais variados assuntos e temas relacionados ao cenário cervejeiro do Brasil e do mundo. Aqui você encontrará conteúdos sobre harmonização com cerveja, roteiros cervejeiros, tudo sobre as mais famosas marcas de cerveja, entrevistas com cervejeiros e especialistas, homebrewing com dicas para cervejeiros caseiros, processo de produção de cerveja, entre vários outros no qual trabalhamos com toda dedicação e carinho para te deixar sempre bem informado e antenado. E tem mais, o que acha de ser nosso repórter cervejeiro e aparecer em nossa revista e aqui no Blog?
É simples, envie um e-mail para revista@clubedomalte.com.br com suas dúvidas sobre cervejas, ou dicas de conteúdos que gostaria de ver na revista e no blog. Ou ainda faça indicações de destinos cervejeiros que gostaria de compartilhar com os demais leitores, basta fazer um post em seu Facebook ou Instagram com a #meudestinocervejeiro contando sobre o seu destino preferido, ou se preferir, envie um e-mail para nós, que você poderá ser o repórter cervejeiro do mês. Cheers!