Milkshake IPA – Afinal o que é isso?

16/07/2018 - Curiosidades, Notícias

2.586 visualizações

Milkshake IPA – Afinal o que é isso?

Andre Santini
Comunicador Social, viciado em Double IPA e Imperial Stout e tem como lema de vida "Time" do Pink Floyd.

Pode ser novo para alguns, mas já se tornou um clássico no estrangeiro. Milkshake IPA você já ouviu falar?

Pois bem, vamos pincelar a história rapidamente. Tudo começou com Jean Broillet IV, dono e mestre cervejeiro da norte americana Tired Hands Brewing Company. Em março de 2015, Jean se juntou com nada menos que Henok, sócio fundador e mente criativa da sueca Omnipollo. Henok, a qual, no ano anterior havia produzido uma Smoothie IPA com ousadas doses de baunilha, framboesa e lactose e o sucesso foi quase que imediato.

Com isso, abriu-se a porteira para produção de uma infinidade de Milkshake´s IPA´s ao redor do globo, incluindo nosso Brasilzão!

>>>Confira aqui 7 cervejas para dias frios<<<

Beleza, já entendi a história, mas afinal o que é isso?

Certo, vamos lá! O que caracteriza uma cerveja como milkshake é a inclusão de lactose e em determinadas receitas, fruta. Muito comum usar maçã, por ser rica em pectina, que dá sustância ao corpo da cerveja. A ideia é sempre ter uma cerveja com corpo espesso, com doçura característica e que seja, de fato, semelhante a um milkshake!

Importante lembrar que qualquer bebida alcoólica com adição de ingredientes de origem animal não pode ser chamada de cerveja pela lei brasileira. É o caso da Colorado Appia, uma weiss que tem adição de mel de abelha. Cervejas desse tipo são chamadas de Bebida Mista Gaseificada.

>>> Confira também o Blog Cwbeerfood<<<

Tem alguma cerveja no Brasil com essas características, da tal Milkshake IPA?

Então, tem sim!

A Hocus Pocus (RJ), Oceânica (RJ) e a Dádiva (SP) puxaram a fila aqui em terras tupiniquins. Sinceramente, ouso dizer que são cervejas bem fora da curva. Alérgicos a lactose, pelo amor do que você acreditar, NÃO tomem essas cervejas.

Para você conhecer mais, as minhas indicações estão abaixo. Verifique apenas a disponibilidade de produção, algumas podem ser sazonais

1- Dádiva Double IPA com Morango e Maça: um dos primeiros rótulos da Dádiva no padrão Milkshake IPA. Com maça, baunilha e lactose, é uma cerveja agradável com amargor mediano, corpo denso e cremoso. Frutado do começo ao fim!

2 – Oceânica Velvet Rainbow: a cervejaria Oceânica é bem conhecida no Rio de Janeiro com seus rótulos lupuladas e com qualidade bem alta. A Velvet Rainbow é uma Milkshake IPA com adição de baunilha, lactose e abacaxi. Vale experimentar!

3Hocus Pocus High On Milk: pioneira no estilo New England IPA aqui no Brasil, a cervejaria carioca também tem sua versão de Milkshake IPA. Psicodélica ela tem adição de lactose, morango, chocolate e baunilha, isso sem falar na quantidade absurda de lúpulos cítricos. É para glorificar de pé, igreja!

Extra!

4– Bandoleiros Urbanos: Ok, sei que alergia à lactose não é algo que você simplesmente quer ter. Pensando nisso, a Urbana e a Juan Caloto lançaram recentemente a Bandoleiros Urbanos, uma Milkshake IPA 0% de lactose. Uai, é possível? Sim. Com adição de maltodextrina além de malte chocolate, cacau e baunilha.

 

Saúde!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *